Blog

Quem tem TDAH pode tratar, superar e vencer suas dificuldades.
16 de julho de 2019


O lado bom do TDAH tem muitas facetas a serem exploradas pelos portadores do transtorno. É importante abordar esse aspecto positivo porque as pessoas normalmente se concentram nas dificuldades, esquecendo de valorizar os pontos positivos do TDAH, que se revelam com o apoio da família e tratamentos adequados.

Como no mês de julho comemoramos o Dia Mundial do TDAH, esse tema se torna ainda mais relevante para quem busca formas de superar o TDAH, ressaltando suas qualidades. Elas são muitas e quando bem exploradas podem contribuir para reforçar a autoestima e a aceitação dos portadores do transtorno.

Mãe de Vinícius, portador de TDAH, Luciana descreve emocionada como apoiou cada fase do seu filho, da infância à vida adulta. Profissional talentoso, Vinícius acaba de receber uma promoção importante e foi trabalhar em outro país. Agora ele conquistou projeção internacional e começa uma nova fase de sucesso em sua carreira de designer e publicitário. Ela respira fundo e nem chora de saudade, apenas agradece o quanto ele conseguiu corresponder a todo esforço, dedicação, amor e paciência para vencer as etapas que se apresentaram com suas pequenas e grandes vitórias.

Luciana entendeu logo cedo que tinha grandes dificuldades à enfrentar com a criação de Vinícius. Ao mesmo tempo ela enxergou todo o potencial criativo do filho, com uma inteligência e habilidade acima da média para artes e desenho. Sim, o boletim de matemática era sempre um desastre, as professoras reclamavam de desatenção nas aulas, as tarefas nunca eram completas e as reuniões de pais resultavam em novas reclamações de impulsividade e distração.

Buscando sempre encontrar os pontos positivos, Luciana olhava com otimismo a última página dos cadernos e as capas e encontrava desenhos lindos e muito elaborados. Ela sabia que tinha um artista em casa e resolveu investir nesse talento. A infância passou com aulas de artes, intercaladas com professores particulares de reforço para as matérias onde o filho tinha maiores dificuldades.

Terapia e acompanhamento de profissionais de saúde foram sempre um suporte importante para Vinicius e toda a família. Todos colaboravam para superar dificuldades e ressaltar o lado bom do TDAH.

A adolescência passou com apoio permanente dos professores e da família, atividades físicas e judô foram incorporados à rotina e isso ajudou a incentivar a disciplina, facilitando ainda a atenção e controle da impulsividade.

O esforço de todos era constante e de vitória em vitória chegou o dia do vestibular, marcando uma nova etapa a ser superada. Quando saiu o resultado, Luciana chorou de emoção o dia todo. Ela finalmente estava começando a ver o resultado de tantos esforços, sem sequer imaginar tudo de positivo que ainda viria pela frente. Vinícius ganhou todos os prêmios de sua área e se formou com um bom emprego, sem nunca repetir de ano.

Esse é apenas um dos muitos casos de superação e vitórias relatados¹ por portadores de TDAH ou por seus pais. Eles entenderam que um transtorno não é doença, que as dificuldades não definem a pessoa e todas podem ser superadas com um enfrentamento positivo, amor, disciplina e determinação. Valorizar os talentos de cada um, reforçar a auto-estima e contar com apoio profissional representam um suporte importante para os portadores de TDAH.

Apoio psicopedagógico favorece aspectos positivos do TDAH

Além do diagnóstico precoce, é muito importante que a criança receba acompanhamento psicopedagógico desde que se apresentarem os primeiros sintomas do TDAH³. Esse apoio vai atuar diretamente sobre a dificuldade escolar, ao minimizar a possível defasagem de conteúdos escolares e favorecer as condições para que novas aprendizagens ocorram.

O psicopedagogo também poderá auxiliar a criança nos aspectos ligados à organização e planejamento do tempo e das atividades.

Durante o trabalho psicopedagógico, deve haver confiança e um espaço de escuta da criança, pois “aprendemos quando podemos confiar (nos outros, em nós e no espaço). Aprendemos com quem nos escuta. Aprendemos se nos escutamos. Aprendemos quando o ensinante nos reconhece (nos vê como pensantes).”4

O ideal seria que esse espaço existisse nas escolas, mas quando as instituições de ensino não oferecem o apoio necessário, os pais devem buscar um profissional que possa atender tanto a criança quanto a família e os professores. Além de favorecer os aspectos positivos do TDAH ele poderá reforçar comportamentos e atitudes que fortaleçam a autoestima dos portadores do transtorno.

Características positivas do TDAH

Claro que todos precisam buscar os meios de lidar com as dificuldades do TDAH, além de reforçar as características positivas do transtorno, como o senso de criatividade elevado, a intuição aguçada e a velocidade de raciocínio. Outros aspectos positivos podem ser ainda mais valorizados²:

  • Hiperfoco

A pessoa com TDAH é capaz de se concentrar totalmente no que está fazendo quando gosta de determinada atividade. Ao abstrair os estímulos que não interessam, consegue trabalhar por muito tempo nas tarefas que lhe dão prazer, alcançando um alto nível de perfeccionismo e desenvolvimento.

  • Criatividade

Essa talvez seja uma as principais vantagens das pessoas com TDAH. Elas são realmente mais criativas do que as outras. O cérebro de uma pessoa com TDAH, tem uma atividade alterada na parte frontal, responsável pelos pensamentos. Por isso uma pessoa com TDAH tem muito mais pensamentos e ideias e muito mais propensão para ter um insight. Mas é preciso se organizar para colocar tantas ideias em prática, contornando os problemas de falta de foco e organização.

  • Habilidades sociais

Portadores de TDAH são pessoas muito afetivas, geralmente muito entusiastas e bem-humoradas. Qualidades que ajudam a fazer amigos e conversar, facilitando as relações sociais. Além de favorecer atividades que lidam com o público.

Enfim, como tudo nessa vida, você pode olhar para o lado bom e o ruim. No caso do TDAH é preciso entender as dificuldades para trabalhar com elas vencendo cada uma com apoio familiar, dos profissionais de saúde e perseverança pessoal. Mas é de grande valia para os portadores reconhecer as características positivas do TDAH e valorizar os talentos de cada um para alcançar patamares que não seriam atingidos sem o transtorno.

 

 

Referências:
1- ADDITUDE_MAG. In Sports, And Life, Can Determination Help Kids With Adhd Over-come Inattention? Disponível em: <https://www.additudemag.com/in-sports-and--life-can-determination-help-adhd-kids-overcome-the-challenges-of-inattention/> Acesso em: 17 Junho 2019.
2- FALA-FREUD. Como Usar O TDAH Em Seu Favor. Disponível em: <https://www.fala-freud.com/blog/terapia/como-usar-o-tdah-em-seu-favor/> Acesso em: 17 Junho 2019.
3- PEPSIC. Transtorno De Déficit De Atenção E Hiperatividade: Um Recorte Da Produção Científica Recente. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?s-cript=sci_arttext&pid=S0103-84862014000300006> Acesso em: 17 Junho 2019.
4- Fernández A. Os Idiomas Do Aprendente: Análise De Modalidades Ensinantes Em Famílias, Escolas E Meios De Comunicação. Porto Alegre: Artmed; 2001.

 

Muito obrigado pelo seu comentário! Essa página é um projeto desenvolvido pela Shire Farmacêutica Brasil Ltda. Todos os conteúdos postados são moderados devido às normas que regulamentam as atividades da indústria farmacêutica (farmacovigilância, compliance, médica e jurídica). Obrigado!

Mantenha-se informado