Blog

Estratégias para vencer o TDAH na vida profissional.
23 de maio de 2019


Roberto saiu da reunião sem lembrar de nenhuma palavra do que foi combinado com os clientes. Ele não tinha feito anotações e na verdade mais divagou durante as conversas do que prestou atenção. Esse episódio aconteceu depois de outro completamente insano. Ele tinha viajado num dia à tarde para chegar com antecedência na reunião do dia seguinte. Como estava muito quente foi de bermuda e tênis. Esqueceu o terno e todos os acessórios em casa. A 200 km de distância.

Algo muito sério estava acontecendo e ele precisava descobrir antes de perder seu cargo de alto executivo em uma multinacional. Lembrou de todas as dificuldades que marcaram sua infância e adolescência e foi buscar ajuda profissional. No relato Roberto falou da grande dificuldade em manter a atenção nas aulas e até nas brincadeiras. Ele sempre entrava na vez do outro causando grandes confusões entre os amigos. As notas eram muito ruins e na faculdade não foi diferente, mas com grande esforço conseguiu seu diploma. Finalmente o diagnóstico explicava tudo: Transtorno de Déficit e Atenção e Hiperatividade.

Agora ele precisava aprender como lidar com o TDAH no trabalho. Ou o imenso esforço de toda uma vida iria por água abaixo. O psiquiatra indicou um coaching especialista em TDAH e esse apoio logo se revelou um passo essencial para conciliar o TDAH com a vida profissional. A terapia é importante, mas ela tende a focar no problema, enquanto o coaching foca na solução e em como resolver os problemas e dificuldades específicos.

O que mostram as pesquisas sobre TDAH no mercado de trabalho:

O TDAH afeta e muito a vida profissional, principalmente em funções que exigem foco e produtividade por longos períodos. Pesquisas americanas¹ apontam que a diferença da manutenção da vaga entre pessoas com e sem o transtorno é significativa:

  • 50% das pessoas com TDAH conseguem manter o emprego de turno integral; enquanto 72% das pessoas sem a desordem conseguem manter o emprego de turno integral.
  • Para completar, as pessoas com TDAH, mesmo capazes de prosseguir no emprego, ganham menos do que seus colegas.

Outro estudo¹ mostrou que pessoas com TDAH tiveram mais problemas com atenção, memória de trabalho, processamento mental e fluência verbal. Todas essas são as chamadas habilidades de função executiva tão importantes no local de trabalho.

O TDAH afeta a performance profissional de diversas formas: gestão do tempo, dificuldade em ficar sentado, desorganização da mesa, considerar reuniões maçantes ou prazos impossíveis, ouvir e prestar atenção, seguir direções, realizar tarefas completas, dar atenção aos detalhes, pontualidade, falar quando for a sua vez e manter as emoções sob controle.

É muito importante estar consciente de tudo que pode afetar a sua performance para aprender a lidar com as dificuldades e superar cada uma com novas rotinas e hábitos cotidianos.

Como transformar desafios em oportunidades:

Como o TDAH afetará o seu trabalho depende da gravidade da sua condição e da sua capacidade de administrar as situações. A performance profissional dos portadores do transtorno pode ser impactada de diversas formas, mas você pode aprender a lidar com as dificuldades para conciliar o trabalho com o TDAH. Isso também vai influenciar a forma como os outros lidam com você.

O Dr. Russell Barkley, Professor de Psiquiatria e Pediatria na Universidade de Medicina da Carolina do Sul e especialista em TDAH, aponta três questões que devem ser ajustadas no ambiente de trabalho para que o time extraia o melhor de todos os funcionários²:

  1. Tente combinar algumas mudanças com seu chefe e comprometa-se com o desafio.
  2. Perceba como algumas estratégias já colaboraram com seu TDAH na infância. Elas seguirão funcionando, é tudo questão de adaptar a este novo cenário.
  3. Gerenciamento de tempo: o TDAH é uma desordem que consome muito tempo, portanto você precisa de mais flexibilidade.

Para reverter o jogo você pode conversar com seu chefe e desenvolver estratégias conjuntas que aproveitem o máximo do seu potencial. Ele pode compreender que enquanto o funcionário padrão trará resultados padrão para a empresa, um funcionário que enxerga o mundo de outra forma pode levar a equipe para outro nível.

Ou seja, você pode ter um valor bem significativo para a empresa que compreender todo o seu potencial. Claro, para isso serão necessários alguns ajustes no método de trabalho, como permitir que suas atividades tenham prazos mais extensos. Você também pode pedir que suas demandas sejam mais bem explicadas e, principalmente, passadas por escrito.

Dicas para superar as dificuldades do TDAH no trabalho:

Algumas dicas sobre TDAH e trabalho e como organizar a rotina para TDAH podem ajudar muito os portadores do transtorno, que precisam aprender a lidar com suas dificuldades aproveitando as vantagens como o hiperfoco e a criatividade. Para as pessoas que têm TDAH, o trabalho pode ser um desafio diário, mas com estratégias certas, como ser proativo em relação aos possíveis problemas, é possível superar o transtorno e obter realização profissional.³

Para começar tente seguir algumas dicas:

  • Identifique o horário em que você consegue focar melhor e use esse tempo para as tarefas mais difíceis e/ou trabalhosas.
  • Se tiver flexibilidade de horário, avalie a possibilidade trabalhar quando a maioria dos funcionários não está na empresa para facilitar a sua concentração nas tarefas.
  • Use um timer para limitar o tempo de cada tarefa.
  • Tenha à mão objetos que ajudam a relaxar e que possa utilizar entre uma tarefa e outra,  que ajudem a reduzir a sua sensação de tédio.
  • Saia para caminhar por alguns minutos caso você esteja com dificuldades para se concentrar. Diante de atividades longas e repetitivas levantar por um curto espaço de tempo, pode ajudar a recuperar o foco. Permita-se alguns intervalos como dar uma volta no quarteirão, ou conversar com um companheiro de trabalho. O importante é limitar o tempo dessa pausa e não passar tempo demais no intervalo.
  • Agende reuniões semanais com seu chefe para discutir suas metas e performance. Isto ajuda no seu planejamento e facilita a divisão das tarefas em várias etapas consecutivas. Caso não queira uma reunião formal, apenas pergunte informalmente como está o seu trabalho ou peça feedback.
  • Pratique exercícios. Fazer exercícios libera endorfinas, que fazem com que o seu corpo se sinta bem e abastecem o cérebro com dopamina, um neurotransmissor necessário ao funcionamento do lobo frontal das pessoas que têm TDAH. Andar um pouco e/ou fazer alguns exercícios de alongamento ajuda a recuperar o foco, além de prevenir a má circulação.
  • Crie uma lista de tarefas para cada dia. Faça uma lista de pendências e vá resolvendo cada uma passo a passo.Uma lista de cada vez facilita a organização e a memorização, enquanto listas ou agendas extensas podem ser cansativas e disfuncionais.
  • Organize seu local de trabalho. Não deixe papéis espalhados e gavetas entulhadas de materiais que você não precisa.
  • Grave ou faça anotações durante as reuniões. É muito comum a pessoa com TDAH esquecer grande parte do que foi dito.
  • Crie rotinas. Embora as tarefas acabem por se tornar automáticas, criando rotinas você terá mais tempo para focar nas questões mais importantes.
  • Considere ter assessoria de uma equipe pedagógica especializada como um terapeuta, coach, médico e um consultor financeiro.
  • Administração do tempo. Use alarmes para se lembrar de reuniões, ligações etc. Use  programas que enviem avisos/emails automáticos, como o Google Calendar. Como alternativa, você também pode usar alarmes do celular para voltar a fazer uma tarefa ou usar um aplicativo como o Focus.
  • Impulsividade. Se você é impulsivo, anote as suas ideias ou o que você quer falar para alguém em um caderno e espere alguns minutos antes de agir. Caso você ainda ache que é a coisa certa a dizer ou fazer, aí sim continue. Cuidado com o que você concorda ou promete fazer. É preciso ficar atento, fazer uma pausa e pensar antes de responder. Isto poderá evitar acúmulo de tarefas.

Como você pode ver são muitas as estratégias para lidar com as dificuldades típicas do TDAH que afetam a vida profissional. Mas elas não são maiores do que a sua capacidade de vencer as barreiras e encontrar o sucesso profissional, que certamente o espera se você tiver disciplina e perseverança para adotar novos hábitos e puder contar com o apoio de profissionais especializados, da família e dos colegas de trabalho.

 

 

Referências:
1. Web-MD. ADHD in the Workplace. Disponível em: <https://www.webmd.com/add-adhd/adhd--in-the-workplace#1> Acesso em 14 Abr. 2019.
2. Focus. TDAH no ambiente de trabalho: como transformar desafios em oportunidades. Dispo-nível em: <http://focustdah.com.br/2018/11/30/tdah-no-ambiente-de-trabalho-como-transformar-de-safios-em-oportunidades/> Acesso em 14 Abr. 2019.
3. ABDA-Associação-Brasileira-do-Déficit-de-Atenção. Tdah No Trabalho – Algumas Estratégias. Disponível em: <https://tdah.org.br/tdah-no-trabalho-algumas-estrategias/> Acesso em 14 Abr 2019.

Muito obrigado pelo seu comentário! Essa página é um projeto desenvolvido pela Shire Farmacêutica Brasil Ltda. Todos os conteúdos postados são moderados devido às normas que regulamentam as atividades da indústria farmacêutica (farmacovigilância, compliance, médica e jurídica). Obrigado!

Mantenha-se informado